Educa Mais Brasil uma alternativa ao FIES

Existe um crescimento claro em relação ao número de universidade abertas no Brasil e também no número de estudante matriculados nesses locais, já que a política dos últimos Governos Federais se refere a uma inclusão cada vez maior da população mais carente em meio a educação.

Por essa razão, foram criadas várias formas de financiamento, tanto privado, quanto público, para que esse tipo de ação seja mais comum de ser realizada e a população mais pobre tenha acesso ao ensino superior de qualidade, não demonstrando nenhum tipo de problema nessa integração.

Educa Mais Brasil
Educa Mais Brasil – Programa de Bolsas

Agora, além dos FIES, que é feito pelo Governo Federal, que oferece empréstimos estudantis a juros baixos e também com um prazo de pagamento bastante avançado, ainda se tem uma iniciativa chamada de Educa Mais Brasil, que é privada e possui o mesmo intuito, incluir a população mais carente em meio as melhores faculdades particulares de todo o Brasil.

O que é o Educa mais Brasil?

Essa é uma iniciativa feita de forma privada, que oferece Bolsas de até 70% para cidadãs de baixa renda poderem estudar em uma Faculdade Particular, a depender do tipo de faculdade e também das condições que esse aluno tenha.

Essas bolsas são dadas de acordo com o tipo de aluno e também com a faculdade que ele pretende realizar. Por conta disso, existe também uma possibilidade de se obter bolsas em várias faculdades de todo o Brasil, e pagamento do boleto do Educa Mais Brasil.

O número de bolsas dadas varia conforme o ano, no ano passado, foram oferecidas 120 mil bolsas, enquanto para esse ano de 2017, ainda não se teve uma definição em relação a esse tema.

Além de graduação, o Educa Mais Brasil também oferece Bolsas de Pós-Graduação, Cursos técnicos e MBA, a depender da preferência que cada pessoa tenha e das necessidades que elas possuam.

Como se inscrever no Educa Mais Brasil?

Para fazer a inscrição nesse programa e concorrer a uma bolsa de estudos, na faculdade que você desejar, tudo o que é necessário realizar, é entrar no site oficial do Educa Mais Brasil 2018, por meio do site oficial e preencher todas as suas informações.

Como por exemplo o seu nome completo, o seu endereço, o seu telefone, E-mail e também o porquê de você querer fazer o curso escolhido. Em uma segunda etapa, você deve enviar a documentação comprovando que concluiu o ensino médio e está apto a realizar uma faculdade e também a seus rendimentos financeiros, já que de acordo com a sua condição, mudam-se as condições da bolsa dada.

Depois de realizar a sua inscrição, você deve pagar a matrícula da faculdade pretendida e também demostrar interesse de fazer esse curso. Por fim, deve preencher uma série de documentação que comprove que você está apto a prestar esse curso e também se entendeu os termos oferecidos pelo Educa Mais Brasil, fazendo com que esse contrato seja firmado e você possa receber essa bolsa.

Governo federal zera fila de espera do Bolsa Família

Com uma maior agilidade no processo de averiguação dos documentos solicitados para adentrar no programa Bolsa Família, o Governo Federal conseguiu reduzir a zero a fila para participar desse tipo de projeto, fazendo com que todas as famílias que necessitem desse tipo de auxilio possam ser atendidas, sem nenhum tipo de problema.

Com isso, existe uma diminuição da desigualdade e também da fome que existe no Brasil, já que esse programa faz com que as famílias mais pobres recebam uma bolsa mensal do Governo Federal e assim possam se manter com um mínimo de dignidade, não tendo que sofrer com a fome e com uma baixa qualidade de vida.

Pagamento do benefício
Pagamento do benefício

O que é o Bolsa Família

Esse é um programa que inclui mais de 20 milhões de pessoas em um cadastro feito pelo Governo, para participar do calendário 2018 Bolsa Família e para que elas recebessem uma quantia mensal, que varia conforme o número de filhos que cada família tenha.

Em contrapartida, o Governo estipula algumas normas para que essa família receba o dinheiro, como por exemplo, manter os filhos na escola e ter a carteira de vacinação em dia, sem esses aspectos cumpridos, o benefício é automaticamente cancelado.

Como o Governo conseguiu reduzir a zelo a fila do Bolsa Família

Uma primeira atitude adotada pelo Governo Federal para que essa fila fosse reduzida a zero, é a questão do aumento do número de funcionários que trabalham diretamente com esse assunto dentro das secretarias dos diversos municípios.

Desse modo, houve uma aceitação mais rápida e uma agilidade no processo para que mais famílias pudessem ser incluídas dentro desse programa, fazendo com que esse benefício se espalhasse e com isso, houvesse uma maior qualidade de vida para essas famílias de baixa renda.

Além da contratação desses profissionais, uma outra medida realizada pelo Governo Federal para diminuir esse número de famílias que encontram problemas para participar do Bolsa Família é a questão da diminuição do número de fraudes dentro desse programa, fazendo com que ele tivesse uma efetividade ainda maior.

Essa ação para impedir a falsificação do calendário Bolsa Família 2018 em busca de um auxílio, quando ele realmente não era necessário, fez com que o Governo Federal cancelasse 469 mil benefícios e ainda bloqueasse 654 mil. Todos os usuários punidos pelo Governo, apresentavam algum tipo de informação falsa para conseguir receber esse dinheiro.

Com menos processos falsos, a rapidez com que as famílias são beneficiadas naturalmente aumenta e faz com que todo esse projeto seja muito mais rápido e prático para as famílias que necessitam desse dinheiro para sobreviver.

Números de pessoas incluídas no Bolsa Família

Para conseguir zerar essa fila de pessoas que necessitavam do programa para sobreviver, houve a inclusão de 460 mil pessoas no calendário Bolsa Família apenas nesse último mês de janeiro. Dessa maneira, o Governo Federal finalmente conseguiu zerar a fila do programa. Com isso, o grupo que já fazia parte do Cadastro Único, passa a receber esse benefício, fazendo com que a sua qualidade de vida se eleve.

Confira como achar seu número do PIS ou NIS pela internet

Por mais que se use rotineiramente o número do seu cartão do Programa de Integração Social (PIS), ainda assim, algumas vezes você acaba esquecendo e não está com o cartão por perto para fazer essa consulta.

Além disso, muitas vezes você perdeu esse cartão e dessa forma não tem como consultar esse número, que necessita para fazer um saque pela tabela pis 2018 e também outros tipos de serviços que devem ser utilizados.

Veja como sacar o PIS
Veja como sacar o PIS

Por conta disso, existe uma maneira de consultar esse seu número PIS e também o NIS pela internet, de um modo bastante prático e gratuito, basta seguir alguns passos.

Acessar o site da Caixa Econômica Federal

Um primeiro modo para conseguir descobrir o seu número PIS de modo online é acessando o site da Caixa Econômica Federal. Para isso, tudo o que você necessita fazer é clicar em cima do link https://sisgr.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01 e depois preencher alguns dados bastante básicos, como o seu nome completo, o número do seu RG, CPF e também o seu E-mail.

Crie uma senha própria

Depois de informado todos esses dados, um segundo passo para garantir o número do seu PIS pela internet é criar uma senha própria, no campo disponível para isso. Apenas lembrando que essa senha do calendário pis 2018 deve ter letras e números, para dificultar qualquer tipo de fraude que uma pessoa possa tentar implementar com a data de pagamento do abono salarial.

Concorde com os termos do contrato de prestação de serviços

Depois de informar todos os seus dados e criar uma senha, um terceiro passo para consultar o seu PIS pela internet, de um modo bastante prático e rápido, é concordar com os termos dados. Para isso, basta clicar em concordo e depois preencher aquelas letras AntiSpam que irão aparecer.

Consulte o seu PIS

Depois de feito todos esses passos, irá aparecer uma janela com as opções FGTS, PIS, Seguro Desemprego” e “atualização cadastral, então basta escolher a aba PIS e em seguida clicar em consulta a pagamento.

Com isso, irá surgir qual o seu número PIS e também NIS, para que você possa fazer o saque do seu Abono Salarial, por exemplo, sem precisar apresentar o seu cartão cidadão. Basta apresentar um documento com foto e falar sobre as datas de pagamento do PIS, que você automaticamente terá acesso a esse dinheiro.

Existem também outras formas de consultar o seu PIS sem ser pela internet, já que é possível realizar essa consulta diretamente pelo telefone.

Para isso, basta ligar para o número 0800 726 0207, que funciona de segunda a sexta das 08:00 horas até ás 22:00 horas e aos sábados de 10:00 horas até ás 16:00 horas e informar os seus dados pessoais, como por exemplo, nome completo, data de nascimento e também o seu RG e CPF.

Com tudo isso, o atendente vai reconhecer a sua conta e por meio do seu próprio sistema, te informar qual o seu número PIS, para que você possa realizar todas as suas operações com uma facilidade muito maior.

Resultado da Votação no Paraná

A primeira capital do Sul a contabilizar os votos e divulga o resultado eleições 2018 Paraná. Os eleitores ainda devem voltar às urnas no dia 30 de outubro para definir quem será o novo Governador. Quer saber todos os detalhes? Confira aqui neste post o resultado das eleições e todas as informações para te deixar a par de todo o assunto:

Votação Secreta
Votação Secreta

Eleições 2018: Paraná

De 2 em 2 anos, os cidadãos brasileiros vão até as urnas para exercer o direto à democracia, elegendo os representantes da sociedade, conforme as regras firmadas pelo Superior Tribunal Eleitoral. Alternando entre eleições gerais e municipais, os eleitores elegem o/os candidato.

As eleições gerais, são quando escolhemos o presidente e vice-presidente da República, governador e vice, senadores e deputados. E nas eleições municipais, elegemos o Governador, vice e vereadores. Este ano de 2018, foi a vez das eleições municipais.

Em Paraná são 1.289.215 eleitores, para escolher entre os 1.114 candidatos a vereador e 8 candidatos a Governador. Deste total de eleitores, 211.952 pessoas não compareceram ao seu local de votação. Esse número corresponde a mais de 16% do total de eleitores, resultado este, 80% maior do que registrado na última eleição estadual em 2012.

Entre votos brancos e nulos, totalizou em 148.396, ou seja, 13,78% do eleitorado que foi até as urnas não votou em nenhum candidato, um aumento de 61,36% em relação a 2012, que apresentou um percentual de brancos e nulos de 8,54%.

Estavam entre os concorrentes para o cargo:

  • Ademar Pereira (PROS)
  • Gustavo Fruet (PDT)
  • Maria Victoria (PP)
  • Ney Leprevost (PSD)
  • Rafael Greca (PMN)
  • Requião Filho (PMDB)
  • Tadeu Veneri (PT)
  • Xênia Mello (PSOL)

Resultado Eleições 2018 Paraná

Entre os mais votados, segundo pesquisas feitas pelo Ibope em 23 de agosto, estavam Rafael Greca com 36% e Gustavo Fruet com 24%.

Gustavo Fruet atual Governador do Paraná

O resultado eleições 2018 Paraná encerrou da seguinte maneira:

  • Rafael Greca (PMN) – 38,37%
  • Ney Leprevost (PSD) – 23,67%
  • Gustavo Fruet (PDT) – 20,03%
  • Maria Victoria (PP) – 5,66%
  • Requião Filho (PMDB) – 5,60%
  • Tadeu Veneri (PT) – 4,28%
  • Ademar Pereira (PROS) – 1,24%
  • Xênia Mello (PSOL) – 1,15%
  • Brancos – 4,78%
  • Nulos – 9,00%

Rafael Greca somou cerca de 350 mil votos e Ney Leprevost cerca de 220 mil. O atual Governador, Gustavo Fruet (PDT), foi o terceiro candidato mais votado, com cerca de 180 mil votos (20%).

Resultado Eleições 2018 Paraná: Segundo Turno

O que define o segundo turno é o critério da maioria absoluta de votos. Ou seja, para ser eleito, não basta o candidato ter mais votos que seus oponentes.

O Governador mais votado precisa ter mais de metade dos votos válidos, ou seja, 50% + 1 voto. Por esse sistema, caso o candidato obtenha essa quantidade de votos já é considerado eleito sem a necessidade de segundo turno.

Inflação em relação ao salário mínimo – novas Perspectivas

Todos os indivíduos devem profissionalizar-se em uma área de seu agrado para que seja possível exercer suas funções corretamente em uma determinada empresa, tornando-se funcionários da mesma com um vínculo empregatício importante, pois esta prestação de serviços, assim como ser um trabalhador com a carteira devidamente assinada, possibilita que cada um dos profissionais tenha direito à receber uma remuneração adequada, sendo que há uma valor mínimo para que seja recebido por tal pessoa, sendo que, atualmente, o salário mínimo é de R$937.

Inflação em relação ao salário mínimo
Inflação em relação ao salário mínimo

O salário mínimo 2018 é uma remuneração considerada baixa, pois grande parte dos indivíduos costumam exceder os gastos, ou seja, o dinheiro oferecido à cada um dos funcionários não é adequado para que o mesmo consiga suprir suas necessidades e desejos, às vezes, nem ao menos conseguindo manter-se com os itens essenciais, pois em grande parte as pessoas não sustentam somente a elas e, sim, oferecem produtos à uma família.

Inflação em relação ao salário

Para melhorar o estado de vida de cada um dos brasileiros, o governo está prevendo que haja uma adição de um valor ideal para 2018 para que seja possível favorecer cada um dos funcionários que cumprem suas cargas horárias corretamente, fazendo com que a remuneração mínima que deva ser dada é de R$937,00. Além disso, vale lembrara que o valor do salário mínimo também serve para ajustar outros benefícios do Governo Federal, como é o caso do seguro desemprego 2018, pago aos trabalhadores que perderam o emprego.

O benefício do seguro desemprego é pago para trabalhadores que tenham perdido o emprego o último ano, e que se enquadrem nas regras do ministério do trabalho.

Logo com a divulgação desta novidade e informação para que todos os brasileiros consigam rever suas situações econômicas, o governo divulgou, também, alguns pontos importantes sobre a inflação, sendo que o mesmo discutiu sobre a taxa que pretende ser alcançada e, assim, com o discurso feito pelos responsáveis, os mesmos esperam que as notícias sejam as melhores possíveis em relação a este fator, ou seja, todos possuem pensamento positivo quanto à porcentagem da inflação.

Assim como divulgado, mesmo com o aumento do salário mínimo para 2016, o Ministério do Planejamento, o mesmo órgão que define a remuneração de cada um dos funcionários, além de ser responsável pela elaboração do comunicado enviado aos brasileiros, admitiu que a expectativa é que a inflação permaneça de acordo com o IPCA, Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, conseguindo estabelecer a porcentagem de 4,5% somente, ainda disponibilizando que a taxa de juros pretende manter-se em 7,35%, ou seja, os órgãos responsáveis pela inflação, mesmo com a adição de uma renda pouco maior ao salário mínimo, esperam que o indicador consiga ser mantido e controlado, ainda mais devido aos eventos que irão ocorrer no ano de 2016, tais como a Copa do Mundo e as eleições presidenciais, ou seja, os gastos de vários turistas e até mesmo brasileiros no país serão elevados.