Cotistas com menos de 60 anos têm até amanhã para sacar Abono Salarial

Se você chegou até aqui, provavelmente está em busca da tabela PIS 2019 atualizada. Saiba que você não é o único brasileiro que quer consultar essa tabela. Quer uma boa notícia? Nós temos a tabela PIS 2019 atualizada e vamos mostrá-la para você nesse post – além de outras informações importantes sobre o benefício.

O termo pode variar: tabela ou calendário. Seja qual for o nome, o objetivo do Calendário PIS 2019 atualizada é o mesmo: consultar as datas de pagamento de quem recebe o PIS (também conhecido como abono salarial). Confira todas as informações do PIS 2019.

O que é Abono Salarial?

PIS é a sigla de Programa de Integração Social. Ele foi criado para ajudar empresas privadas a se desenvolverem e, ao mesmo tempo, beneficia os trabalhadores que nelas trabalham.

Uma das grandes vantagens é que o PIS, dessa forma, colabora para que o número de empresas ilegais diminua. Quem é cadastrado no PIS recebe benefícios, tanto as empresas quanto os funcionários, portanto, todos acabam ganhando.

Para os trabalhadores, o PIS atua como um programa que complementa sua renda. Ao preencher determinados requisitos, anualmente o trabalhador tem o direito de receber um abono salarial que equivale a um salário mínimo.

Se você não está por dentro do benefício, nesse momento deve estar se perguntando “será que tenho direito a receber esse abono?”

É sobre isso que falaremos logo a seguir! Portanto, antes de consultar a tabela PIS 2019 atualizada, descubra se você pode receber o benefício.

Quem Pode Receber o Abono Salarial?

Veja, na lista a seguir, quais são os requisitos que você deve preencher para poder receber o PIS em 2019:

  • É preciso que você esteja cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos;
  • Além disso, você deve ter trabalhado em 2015 por pelo menos 30 dias com registro em carteira;
  • Sua média salarial em 2015 deve ter sido de 2 salários mínimos (no máximo);
  • A RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) precisa ter recebido seus dados atualizados – seu empregador, ou seja, a empresa onde você trabalha, é quem informa esses dados para a RAIS. Sua única preocupação, nesse caso, é manter sua empresa atualizada sobre quaisquer alterações em seus dados.

Como dissemos, o PIS é bom para a empresa e para o trabalhador. Se você preenche todos esses requisitos que acabamos de citar, você é um dos milhões de brasileiros que tem direito a sacar o abono salarial.

No tópico a seguir, você vai conferir a tabela PIS 2019 atualizada para saber quando seu pagamento ficará disponível. Fique atento!

Tabela Atualizada

Já foi divulgada a tabela PIS 2019 atualizada do primeiro semestre, ou seja, se você faz aniversário entre janeiro e junho, já consegue saber quando seu benefício estará disponível para saque.

O pagamento é sempre realizado de acordo com o mês de seu nascimento, portanto, você deve conferir o calendário abaixo antes de ir até o banco fazer o saque pois seu benefício só estará disponível a partir da data informada.

Na imagem abaixo, destacamos o período referente ao primeiro semestre de 2019.

Se você faz aniversário entre julho e dezembro, deve aguardar a divulgação do segundo semestre da tabela, o que deverá ocorrer em breve. Fique de olho em nosso blog para conferir as atualizações.

Fique Atento a Data de Pagamento dos Impostos DETRAN MG

Fique de olho nas datas de pagamento do DPVAT Minas Gerais 2019 para que você possa pagar em dia esse seguro que é obrigatório. Sem contar ainda que ele é muito importante por que é uma forma de você ter mais tranquilidade, pois a partir do momento em que você sofre um acidente será indenizado por esse seguro.

Muito importante o pagamento desse seguro, e no post de hoje você poderá conferir mais detalhes a respeito, quem mora no estado de Minas Gerais deve ficar de olho nas datas de pagamento por que em breve o Detran já começa o recebimento do mesmo.

DPVAT Minas Gerais 2019

Efetuando o pagamento desse seguro você oferece uma garantia a você, afinal de contas as coisas estão cada dia mais difíceis quando o assunto é trânsito, então nunca sabemos quando algo pode nos ocorrer, nesses casos é melhor prevenir mesmo.

Além disso, o pagamento desse seguro pode ser parcelado, a fim de que facilite no orçamento de cada pessoa. Antes quando o pagamento tinha que ser feito em parcela única isso acabava gerando um atraso no recebimento por que não eram todas as pessoas que se organizavam para pagar o mesmo em dia.

Saiba mais sobre o pagamento desse imposto e como você pode efetuar o mesmo. O pagamento do mesmo garante a indenização caso você sofra algum acidente e por isso que é fundamental efetuar o pagamento desse seguro em dia, pois nunca sabemos quando é que vamos precisar.

Somente com o pagamento do seguro é que você garante o recebimento da indenização, por isso não deixe de efetuar em dia, assim quando ocorrer de você precisar você irá receber normalmente.

Pagamento do DPVAT MG

O pagamento do DPVAT 2019 pode ser feito em parcela única ou parcelado, a forma que ficar melhor para o motorista. Caso ele precise parcelar ele tem a opção de fazer isso em até 3 x sem juros, portanto, é importante ver as formas oferecidas e qual delas atende ao que você precisa.

No ato do pagamento do IPVA é que você paga esse seguro, mesmo pagando o IPVA em parcela única você pode parcelar o seguro, sem contar ainda que se o seu veículo for isento desse imposto você pode pagar o seguro normalmente, uma coisa não interfere na outra. Para saber mais acesse o site: www.detran.mg.gov.br

O valor do seguro depende muito do veículo, é com base nessa informação que eles fazem o cálculo, mas no ato do pagamento você confere o valor na guia. Quem já tem o hábito de pagar sabe mais ou menos quanto é o valor.

Imposto Automotivo em Minas Gerais

IPVA Minas Gerais 2019 – Consulta Detran MG – Confira abaixo informações a respeito do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA 2019 do Estado do Minas Gerais.

Resultado de imagem para transito

Para o IPVA 2019 não são esperadas mudanças em relação aos últimos exercícios e assim os contribuintes do Estado do Minas Gerais poderão ter uma base e se prepararem para o pagamento do imposto levando em conta as regras de 2014.

A Secretaria de Estado da Fazenda – Sefaz MG deve definir e divulgar todas as informações e regras do tributo entre outubro e dezembro deste ano.

Os contribuintes devem contar mais uma vez com a opção de pagamento com 20% de desconto. Para isso deverão quitar o IPVA 2019 à vista até a data de vencimento da primeira parcela, previsto para o mês de março.

Quem preferir poderá pagar parcelado, em seis cotas iguais e sucessivas, com vencimentos em março, abril, maio, junho, julho e agosto. A opção de parcelamento, porém, não dá direito a desconto algum.

Os boletos IPVA Minas Gerais 2019 serão entregues pelos Correios, pois visa atingir principalmente os contribuintes que não têm acesso à internet, como é o caso de muitos municípios do interior.

Quem tiver acesso à internet poderá imprimir o boleto para pagamento e consultar o IPVA Minas Gerais 2019 Detran-MG no site oficial da Sefaz, disponível no endereço eletrônico http://www.sefaz.mg.gov.br/.

Os pagamentos poderão ser efetuados em qualquer agência do Banco do Brasil, Santander, Itaú Unibanco, Bradesco e Basa.

O pagamento fora do prazo sofre incidência de multa, que é calculada sobre o valor do imposto, sendo 0,33% por dia de atraso, até 20% quando o pagamento ocorrer em até 60 dias após o vencimento, mais juros de mora de 1% ao mês.

Há isenção do IPVA 2019 no Minas Gerais para alguns casos: estão automóveis na prestação de serviço de transporte de passageiros (táxi), veículos especiais para deficientes físicos, veículos de transporte coletivo urbano ou metropolitano, veículos das instituições religiosas de qualquer culto, veículos que tenham mais de dez anos e veículos que tenham sido transferidos de outra unidade federada para o Estado do Minas Gerais.

No Minas Gerais o valor do IPVA é determinado com base no valor do veículo, de acordo com a Tabela Fipe, sendo aplicadas as alíquotas de 3% para automóveis, caminhonetes e embarcações recreativas ou esportivas e 1,5% para ônibus, micro-ônibus, caminhões, cavalos mecânicos, motocicletas e similares ou qualquer outro veículo automotor não indicado anteriormente.

Cadastro em Programas Sociais

Hoje o governo brasileiro ajuda de diversas formas as famílias mais carentes do país. Um dos programas mais comuns que ajudam milhares de famílias brasileiras é o programa Bolsa Família 2019, onde uma renda é destinada a família toda mês.

Esse programa ajuda milhares de famílias brasileiras e muitas só dependem dessa renda. Porém, muitas pessoas não possuem informações e não recebem esse benefício.

Cadastro em Programas Sociais
Cadastro em Programas Sociais

O primeiro passo para obter o benefício é estar, obrigatoriamente, cadastrado no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal, o CadÚnico – esse cadastrado é feito exclusivamente pelas prefeituras municipais.

Já cadastrado no CadÚnico é só solicitar na prefeitura da sua cidade o cadastramento no programa Bolsa Família. Para isso você deverá estar munido dos seguintes documentos:

  • Para o responsável familiar: CPF ou título de eleitor;
  • Para os demais membros da família: qualquer documento de identificação, como por exemplo, a carteira de identidade, o CPF, o título de eleitor, a certidão de casamento ou de nascimento e/ou a carteira de trabalho. Por via das dúvidas, nós te aconselhamos a levar todos os documentos pessoais.
  • Documentos que comprovem a renda familiar – no caso os valores devem comprovar que a família vive com renda de até R$ 77,00 mensal e necessita do benefício.

Com todos esses documentos em mão é só pedir ao funcionário para fazer o cadastramento no programa.

Depois será feita uma seleção para assim receber o benefício. Essa seleção consiste pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) que seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas no programa. A preferência é única e exclusivamente feita para as famílias com menor renda apresentada.

O pagamento das parcelas é feito através de um cartão, o cartão Bolsa Família, que é emitido automaticamente, a partir do ingresso da família no programa.

Para você saber se já pode realizar o saque do seu benefício é necessário realizar a consulta Bolsa Família 2019, caso o seu benefício esteja disponibilizado, basta ir até uma agência da Caixa Econômica Federal.

Esse cartão é, normalmente, enviado por correio ou então retirado pessoalmente nas agências da CAIXA. Após o recebimento do cartão do bolsa família, o beneficiário deve se dirigir ao banco ou a uma lotérica e fazer o cadastramento de uma senha para conseguir sacar o montante do programa todos os meses.

Os valores do IPVA do estado de São Paulo foram liberados para consulta, confira!

IPVA SP 2019 – São Paulo é uma das 27 unidades federativas do Brasil, Região Sudeste e tem por limites os estados de Minas Gerais a norte e nordeste, Paraná a sul, Rio de Janeiro a leste e Mato Grosso do Sul. Seu PIB equivale a 11,7%, configurando-o como o 3º estado mais rico da região. Todavia, independente da religião, ninguém escapará do IPVA SP 2019.

Essa arrecadação será usada para financiar a saúde, educação, segurança pública, os benefícios sociais, e demais despesas do governo estadual e municipal.

Foi liberado a consulta do IPVA 2019 SP, confira!!!

Consulta ao IPVA SP 2019

Para realizar a consulta do IPVA 2019 São Paulo, você precisa apenas entrar no site do Detran/SP. Logo na página inicial, há um campo para consulta rápida, pedindo, apenas, a placa do seu veículo. Inserindo-a, você receberá, dentre outras informações, os dados acerca do IPVA.

Pagamento e Boleto do IPVA SP 2019

O pagamento do IPVA 2019 pode ser realizado nos mais diversos bancos localizados em São Paulo ou pela internet. Há ainda a possibilidade de pagar em alguma lotérica! O importante é não perder a data. Caso expire, será necessário entrar em contato com o Detran para que o seu valor seja reajustado com a mora.

O método de pagamento utilizado para o IPVA 2019 é o boleto bancário. Portanto, você deve salvá-los a partir do site do Detran, imprimi-los ou guardar o número do código de barras para pagamento online. Você pode pagar à vista (1 boleto) ou em três parcelas (3 boletos). O importante é arcar com o seu dever!

Valor e Tabela do IPVA SP 2019

O IPVA SP 2019 é o mesmo para todos, mas o valor de pagamento difere para cada pessoa. Cada montadora, modelo e ano tem um preço diferente, portanto, a taxa acaba se diferenciando. Para calcular, você pode pegar o valor do carro segundo a tabela FIPE e tirar 2%. Pronto, tem aí o valor!

Ligadas ao IPVA, há duas tabelas importantes: a de placa veicular, onde mostra a data de vencimento para cada número final; e a da FIPE, que nos informa quanto vale cada carro, para que possamos calcular quanto equivale 2%. Comece desde já a se planejar para o IPVA SP 2019!

Para maiores dúvidas e fazer consulta, pagamento, valor, emitir boleto e tabela do IPVA SP 2019 acesse o site do Detran SP http://www.detran.sp.gov.br/.

Resultado da Votação no Paraná

A primeira capital do Sul a contabilizar os votos e divulga o resultado eleições 2018 Paraná. Os eleitores ainda devem voltar às urnas no dia 30 de outubro para definir quem será o novo Governador. Quer saber todos os detalhes? Confira aqui neste post o resultado das eleições 2018 e todas as informações para te deixar a par de todo o assunto:

Votação Secreta
Votação Secreta

Eleições 2018: Paraná

De 2 em 2 anos, os cidadãos brasileiros vão até as urnas para exercer o direto à democracia, elegendo os representantes da sociedade, conforme as regras firmadas pelo Superior Tribunal Eleitoral. Alternando entre eleições gerais e municipais, os eleitores elegem o/os candidato.

As eleições gerais, são quando escolhemos o presidente e vice-presidente da República, governador e vice, senadores e deputados. E nas eleições municipais, elegemos o Governador, vice e vereadores. Este ano de 2018, foi a vez das eleições municipais.

Em Paraná são 1.289.215 eleitores, para escolher entre os 1.114 candidatos a vereador e 8 candidatos a presidência 2018. Deste total de eleitores, 211.952 pessoas não compareceram ao seu local de votação. Esse número corresponde a mais de 16% do total de eleitores, resultado este, 80% maior do que registrado na última eleição estadual em 2012.

Entre votos brancos e nulos, totalizou em 148.396, ou seja, 13,78% do eleitorado que foi até as urnas não votou em nenhum candidato, um aumento de 61,36% em relação a 2012, que apresentou um percentual de brancos e nulos de 8,54%.

Estavam entre os concorrentes para o cargo:

  • Ademar Pereira (PROS)
  • Gustavo Fruet (PDT)
  • Maria Victoria (PP)
  • Ney Leprevost (PSD)
  • Rafael Greca (PMN)
  • Requião Filho (PMDB)
  • Tadeu Veneri (PT)
  • Xênia Mello (PSOL)

Resultado Eleições 2018 Paraná

Entre os mais votados, segundo pesquisas feitas pelo Ibope em 23 de agosto, estavam Rafael Greca com 36% e Gustavo Fruet com 24%.

Gustavo Fruet atual Governador do Paraná

O resultado eleições 2018 Paraná encerrou da seguinte maneira:

  • Rafael Greca (PMN) – 38,37%
  • Ney Leprevost (PSD) – 23,67%
  • Gustavo Fruet (PDT) – 20,03%
  • Maria Victoria (PP) – 5,66%
  • Requião Filho (PMDB) – 5,60%
  • Tadeu Veneri (PT) – 4,28%
  • Ademar Pereira (PROS) – 1,24%
  • Xênia Mello (PSOL) – 1,15%
  • Brancos – 4,78%
  • Nulos – 9,00%

Rafael Greca somou cerca de 350 mil votos e Ney Leprevost cerca de 220 mil. O atual Governador, Gustavo Fruet (PDT), foi o terceiro candidato mais votado, com cerca de 180 mil votos (20%).

Resultado Eleições 2018 Paraná: Segundo Turno

O que define o segundo turno é o critério da maioria absoluta de votos. Ou seja, para ser eleito, não basta o candidato ter mais votos que seus oponentes.

O Governador mais votado precisa ter mais de metade dos votos válidos, ou seja, 50% + 1 voto. Por esse sistema, caso o candidato obtenha essa quantidade de votos já é considerado eleito sem a necessidade de segundo turno.

Inflação em relação ao salário mínimo – novas Perspectivas

Todos os indivíduos devem profissionalizar-se em uma área de seu agrado para que seja possível exercer suas funções corretamente em uma determinada empresa, tornando-se funcionários da mesma com um vínculo empregatício importante, pois esta prestação de serviços, assim como ser um trabalhador com a carteira devidamente assinada, possibilita que cada um dos profissionais tenha direito à receber uma remuneração adequada, sendo que há uma valor mínimo para que seja recebido por tal pessoa, sendo que, atualmente, o salário mínimo é de R$937.

Inflação em relação ao salário mínimo
Inflação em relação ao salário mínimo

O salário mínimo 2018 é uma remuneração considerada baixa, pois grande parte dos indivíduos costumam exceder os gastos, ou seja, o dinheiro oferecido à cada um dos funcionários não é adequado para que o mesmo consiga suprir suas necessidades e desejos, às vezes, nem ao menos conseguindo manter-se com os itens essenciais, pois em grande parte as pessoas não sustentam somente a elas e, sim, oferecem produtos à uma família.

Inflação em relação ao salário

Para melhorar o estado de vida de cada um dos brasileiros, o governo está prevendo que haja uma adição de um valor ideal para 2018 para que seja possível favorecer cada um dos funcionários que cumprem suas cargas horárias corretamente, fazendo com que a remuneração mínima que deva ser dada é de R$937,00. Além disso, vale lembrara que o valor do salário mínimo também serve para ajustar outros benefícios do Governo Federal, como é o caso do seguro desemprego 2018, pago aos trabalhadores que perderam o emprego.

O benefício do seguro desemprego é pago para trabalhadores que tenham perdido o emprego o último ano, e que se enquadrem nas regras do ministério do trabalho.

Logo com a divulgação desta novidade e informação para que todos os brasileiros consigam rever suas situações econômicas, o governo divulgou, também, alguns pontos importantes sobre a inflação, sendo que o mesmo discutiu sobre a taxa que pretende ser alcançada e, assim, com o discurso feito pelos responsáveis, os mesmos esperam que as notícias sejam as melhores possíveis em relação a este fator, ou seja, todos possuem pensamento positivo quanto à porcentagem da inflação.

Assim como divulgado, mesmo com o aumento do salário mínimo para 2018, o Ministério do Planejamento, o mesmo órgão que define a remuneração de cada um dos funcionários, além de ser responsável pela elaboração do comunicado enviado aos brasileiros, admitiu que a expectativa é que a inflação permaneça de acordo com o IPCA, Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, conseguindo estabelecer a porcentagem de 4,5% somente, ainda disponibilizando que a taxa de juros pretende manter-se em 7,35%, ou seja, os órgãos responsáveis pela inflação, mesmo com a adição de uma renda pouco maior ao salário mínimo, esperam que o indicador consiga ser mantido e controlado, ainda mais devido aos eventos que irão ocorrer no ano de 2016, tais como a Copa do Mundo e as eleições presidenciais, ou seja, os gastos de vários turistas e até mesmo brasileiros no país serão elevados.